slide5.jpg

Agrupamento fica sem 'livros de ponto'

Os livros de ponto acabaram no Agrupamento de Escolas Cidade de Castelo Branco. É verdade. Este agrupamento passa a dispor de um sistema de sumários electrónicos e como tal esse 'tabu' dos livros de pontos, terminou.
Jerónimo Barroso, presidente do conselho executivo do agrupamento, diz que esta era uma barreira difícil de derrubar em termos processuais. Mas estas escolas conseguiram, também com o empenho e colaboração da Beiranet, uma empresa albicastrense que desenvolveu todo o processo e criou o e-Sumários. Um projecto feito à medida da Cidade de Castelo Branco, mas que pode vir a ser implementado numa outra escola qualquer, como explica um dos responsáveis da empresa, Luís Barata.
Jerónimo Barroso esclarece, por outro lado, que esta é uma forma, a par de outras, para agilizar procedimentos, melhorar a comunicação interna e diminuir o consumo de papel.
O projecto surge na sequência da informatização que o agrupamento tem vindo a sofrer lentamente.
O sistema dos sumários electrónicos começou a ser testado no início do ano de 2007, com uma turma e foi, gradualmente, sendo introduzido noutras. Até que, desde o primeiro dia de aulas do terceiro período toda a escola sede utiliza o método, que agora será alargado a todas as outras escolas do agrupamento, mesmo as do ensino básico.
Este mecanismo electrónico possibilita, para além do sumário, como é obvio, a marcação de faltas aos alunos, assim como permite, ver quase em simultâneo quais os professores ou alunos que faltaram a uma determinada aula.
O presidente do Conselho Executivo destaca ainda, que o agrupamento fez questão de escolher uma empresa da região para desenvolver todo o processo, quando seria muito mais fácil ir comprar um programa já feito, mas que não estava realizado para a escola. E foi isso que a Beiranet fez. Luís Barata reforça a ideia de que todo este sistema começou do zero e o software foi inteiramente desenvolvido em colaboração com a escola.
“Não será uma solução acabada, mas foi uma solução testada e que pode vir a ser adaptada às necessidades, consoante ela forem surgindo”, disse. É que para além de tudo o resto, houve necessidade de adaptar a rede sem fios de que a escola já dispunha e alterá-la, de acordo com o novo sistema, para que fosse possível aceder em toda a escola. O investimento foi elevado e agora todas as salas dispõem de um computador, o que traz vantagens para o próprio ensino, uma vez que podem ser utilizados noutras actividades lectivas. As verbas utilizadas em toda esta modernização são, como frisa o presidente, apenas da escola, não tendo contando com nenhum tipo de apoio.
“Este passo faz do Agrupamento Cidade de Castelo Branco um dos pioneiros nesta matéria, o que vem na sequência da abertura à inovação e modernização dos vários serviços fazendo com que esta seja uma das escolas portuguesas que integra na rede de escolas ENIS - Rede Europeia de Escolas Inovadoras”, conclui. Jerónimo Barroso.
in Reconquista - 31/05/2007

Contacte-nos

  1. Nome(*)
    Please let us know your name.
  2. Email(*)
    Please let us know your email address.
  3. Telefone
    Please write a subject for your message.
  4. Questão
    Please let us know your message.
  5. Validação Anti-Spam(*)
    Validação Anti-Spam
    Entrada inválida

Rua Prof. Hugo Correia Pardal, Lote 3 - nº 7, Loja 5 | 6000 - 267 Castelo Branco | Telefone: 272 100 011 / 272 085 919

Fax: 272 322 774 | Telemóvel: 961 226 448 | E-mail: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar. | Web: www.beiranet.pt

Em caso de litígio o consumidor pode recorrer ao Centro Nacional de Informação e Arbitragem de Consumo (CNIACC), com sitio em www.arbitragemdeconsumo.org, contacto 213847484, e com sede em Campus de Campolide, 1099-032 Lisboa

Get more Joomla!® Templates and Joomla!® Forms From Crosstec