slide4.jpg

Lousa com internet para todos

A Junta de Freguesia acaba de instalar três antenas que espalham o sinal pela aldeia. O acesso é gratuito e a aceitação tem sido boa, diz a autarquia. Este projecto foi implementado pela BEIRANET, continuando o projecto de implementação de sistemas wireless nas nossas aldeias. Sendo este o 2º projecto deste tipo.


Com três antenas apenas se faz o acesso à internet na Lousa. Nesta aldeia, que fica a cerca de 15 quilómetros de Castelo Branco, já é possível aceder à internet de forma gratuita e sem sair de casa, graças a uma rede de acesso sem fios (wireless) promovida pela Junta de Freguesia. Na origem da ideia está uma série de cursos de iniciação à internet que foram promovidos na aldeia, através da Fundação para a Divulgação das Tecnologias de Informação. A aceitação foi boa, contando com cerca de meia centena de participantes. Para não arrefecer o entusiasmo da formação, a Junta de Freguesia de Lousa decidiu abrir em 2006 uma sala para proporcionar o acesso gratuito à rede e a procura superou as expectativas. A sala abria diariamente apenas durante uma hora, que coincidia com o regresso dos mais jovens a casa, depois das aulas. Um horário que era o possível, já que o espaço era assegurado pela funcionária do museu da aldeia.


“No inicio tínhamos apenas um computador ligado à internet e chegávamos a ter aqui filas com cinco ou seis miúdos à espera”, recorda José Teles Chaves, o presidente da Junta de Freguesia de Lousa. A procura justificou a instalação de um segundo computador, mas mesmo assim não chegava para as encomendas.


Em vez da compra de um terceiro computador – que em princípio não iria resolver o problema – a autarquia decidiu ir mais longe e avançar com a instalação de uma rede sem fios. O objectivo inicial era servir apenas o centro da aldeia “mas depois quisemos ir mais além no sentido de a espalhar um bocadinho, para que todas as pessoas tivessem acesso a essa ligação”, diz o presidente. Vai daí, a autarquia instalou três antenas: uma na sede da Junta, outra no museu (no largo junto à Igreja Matriz) e outra na capela de St.º António, mais afastada do centro da aldeia.


Os resultados do investimento já estão à vista. “Desde que a rede está aberta, a afluência (à sala da internet) diminuiu, o que quer dizer que as pessoas já estarão a aceder a partir de casa”, conclui José Teles Chaves. Algumas dessas pessoas – acrescenta – chegaram a instalar em casa aparelhos para aumentar a recepção do sinal. Para muitos, sobretudo os mais jovens, a iniciativa da Junta vem em boa hora, já que muitos começam a ter acesso a computadores portáteis como o Magalhães.


Instalada a rede de acesso à internet sem fios, José Teles Chaves admite o regresso dos cursos de informativa, para os quais tem aparecido alguns interessados. Mas, para já, a freguesia vai receber dois cursos no âmbito do programa Novas Oportunidades, para equivalência ao 9.º e 12.º ano.


In: RECONQUISTA - 06/11/2008

Contacte-nos

  1. Nome(*)
    Please let us know your name.
  2. Email(*)
    Please let us know your email address.
  3. Telefone
    Please write a subject for your message.
  4. Questão
    Please let us know your message.
  5. Validação Anti-Spam(*)
    Validação Anti-Spam
    Entrada inválida

Rua Prof. Hugo Correia Pardal, Lote 3 - nº 7, Loja 5 | 6000 - 267 Castelo Branco | Telefone: 272 100 011 / 272 085 919

Fax: 272 322 774 | Telemóvel: 961 226 448 | E-mail: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar. | Web: www.beiranet.pt

Em caso de litígio o consumidor pode recorrer ao Centro Nacional de Informação e Arbitragem de Consumo (CNIACC), com sitio em www.arbitragemdeconsumo.org, contacto 213847484, e com sede em Campus de Campolide, 1099-032 Lisboa

Get more Joomla!® Templates and Joomla!® Forms From Crosstec